Anfiteatro

FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Comissão Organizadora G -
Número de respostas: 8

Resumo:

Em 2020 o Brasil se viu tomado pela pandemia do COVID-19 causada pelo vírus SARS-CoV-2. Devido a sua alta disseminação a OMS adotou o isolamento social como medida preventiva de novos contágios, essa ação fez com que a população ficasse em casa. Porém as mulheres passaram a conviver com seus agressores diariamente, o que resultou em um aumento considerável no número de violência doméstica e de feminicídios, este sendo a qualificadora do homicídio, que é o assassinato de mulheres por razão de gênero. O principal objetivo desse trabalho é analisar como a pandemia do covid-19 influenciou no aumento de casos de feminicídio durante a pandemia. A metodologia utilizada foi pesquisa bibliográfica e documental.

Mesa: Maria Clara Rodrigues Moraes

119 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Ana Matte -
Bom dia, Stephanie, Bruna, Caio e Bruno,
Desejo um excelente UEADSL a todes nós!
Abraços da profe.

17 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Wenderson Alves Marinho -
Olá! Grupo parabéns pelo trabalho. Vcs falaram sobre casos de feminicídio. Então, gostaria de saber do grupo qual é a responsabilidade política dos governantes e da mídia sobres os casos de violências, ou seja, eles tem alguma responsabilidade com a população, ou então, a mídia que divulgou os casos de violências contra a mulher vez o seu papel de vender notícias corretamente, então a pergunta principal é o governo e a mídia contribuiu para o aumento do feminicídio.

78 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Ana Cristina Santos -
Boa noite grupo!!!
Parabéns pelo escolha do tema!E aproveitando para reiterar, que junto dessas mulheres, muitas das vezes crianças e adolescentes que se viram em situação parecida e codependente. Esse lado vulnerável , muitas das vezes destruído também, pelo abuso sexual.Marchemos juntos contra essa triste realidade.

46 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Tielle Souto -
Olá pessoal,
Parabéns ao grupo pela escolha do tema. Importante compreendermos o impacto que a pandemia teve no aumento de casos de feminicídio no Brasil. Entendo que, mesmo com a liberdade de ir e vir ainda vemos tantos casos ocorrendo, imagina em momentos que todos tiveram que se trancar em casa, passar meses sem que alguém pudesse ter notícias ou ver como a mulher está. Acredito que são alguns dos fatores que levaram ao agravamento dos números. Infelizmente.

Abraços a todes

81 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Yara Helena Rocha Queiroz -
Parabéns pela escolha do tema pessoal!

Artigo duro e indignante de ler. Os casos de subnotificações devem ser muito maiores, do que o parâmetro de usaram sobre as menções na internet. Imaginemos que não tem acesso as tecnologias. Lembrei-me da série Maid 9netflix), que é uma realidade muito distante da brasileira, com uma casa de acolhimento e um pouco mais de asssitência, pelo menos no mundo fictício.

Se pudessem criar um mundo ideal para , nós mulheres, que sofremos abusos de diversas formas e estamos no medo e na risca de um feminicidio. Quais políticas públicas e ações da sociedade civil de 'cinema' vocês sugerem? Paulo Freire já nos disse para construirmos nosso futuro, então la vamos nós.

Até breve!

120 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Maria Clara Moraes -
Olá, pessoal!
Sejam muito bem-vindes ao UEADSL!
Parabéns ao grupo pelo excelente trabalho! Acredito que a pandemia escancarou ainda mais as mazelas sociais do país, e nos mostrou como ainda estamos reféns do machismo e da violência contra a mulher. É muito triste pensar que a maior parte dessas agressões acontece no ambiente doméstico, em que a mulher muitas vezes enfrenta essas situações sozinha, e geralmente encontra dificuldades para pedir ajuda e falar sobre o tema. Realmente é muito importante que a sociedade discuta e reflita sobre esse assunto para que no futuro nós, mulheres, possamos viver com um pouco mais de paz e tranquilidade.
Fiquem à vontade para comentar e participar!
Grande abraço,
Maria C.

116 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Leane de Souza Lino -
Parabéns autores!
Segundo Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC), quase metade dos recursos destinados a estes mecanismos de atendimento às vítimas não foi executado pelo governo federal. Muito importante investimento em políticas publicas e uma rede de proteção as mulheres fortalecida.

40 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: FEMINICÍDIO NA PANDEMIA DO COVID-19 - Stephanie Hoffmam Nascimento, Bruna Gonçalves Vieira, Caio Guedes de Azevedo Mota e Bruno Henrique Rosa da Silva

por Príscila Alves Da Silva -
o feminicídio é um assunto que ainda precisa ser discutido em uma esfera maior, pois é um mal que assola a nossa realidade e com a pandemia isso se agravou ainda mais é preciso ter leis mais rígidas e que se cumpram de verdade.É preciso dar voz a tantas vitimas.

50 palavras