Anfiteatro

CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Comissão Organizadora G -
Número de respostas: 11

Resumo:

O câncer de mama triplo-negativo (TNBC) apresenta o pior prognóstico para pacientes diagnosticados. É um tumor maligno e altamente metastático. A falta de informação sobre esse câncer de mama retarda a procura por diagnóstico. O TNBC não possui terapia-alvo mas tem chances de cura no início do desenvolvimento. Então, é importante que o TNBC seja divulgado por cartilhas, redes, instituições para que seja conhecido e minimizado através de prevenção, conscientização, informações e acesso ao diagnóstico e tratamento, pelo SUS.

Mesa: Giovanna Tanure Ramalho

84 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Ana Matte -
Bom dia, Daniela,
Desejo um excelente UEADSL a todes nós!
Abraços da profe.

13 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Joana Roesberg -
Bom dia,

Achei o artigo muito interessante considerando a importância da educação em saúde para toda a sociedade, ainda mais em uma época de dispersão de informações falsas ou que não estão pautadas em estudos científicos fidedignos. As cartilhas informativas são um grande aliado para conscientização da população de forma clara e direta.

53 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Camila Brandão Faustino -
Artigo super interessante e importante! Um tema tão recorrente na saúde pública que afeta milhares de mulheres diariamente. Foi de extrema valia ler este artigo.

25 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Miliane Aparecida Torres -
Boa noite!

O artigo trabalha um tema essencial! O câncer tem grande chance de cura se diagnosticado no início. Dessa forna, promover uma maior divulgação sobre como reconhecer e procurar ajuda sobre essa doença pode ser uma alternativa de prevenção e tratamento de forma mais eficiente.

46 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Giovanna Tanure Ramalho -
Olá, Daniela!
Estou feliz em acompanhá-los! Espero que gostem do evento!
Abraço!
Atenciosamente, Giovanna Tanure Ramalho!

16 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Isabella de Alcântara Gomes Silva -
Parabéns pelo trabalho. Ainda não conhecia a subdivisão do câncer de mama triplo negativo. Muito importante o trabalho abordar o repasse de informações fidedignas, com vistas a ampliar o conhecimento e sensibilização da população em geral.

36 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Letícia Ribeiro -
Parabéns pelo trabalho Daniela. Muito importante a conscientização de todos, visto a importância do diagnóstico precoce. Espero ver em breve diversos materiais de divulgação!

24 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Mateus Henrique Ferreira Da Silva -
Boa noite!
muito interessante considerando a importância da educação em saúde com a mamografia é possível detectar cânceres em estágio inicial. A realização da mamografia para mulheres a partir dos 40 anos deve ser feita anualmente. Previna o câncer de mama para conscientização da população.

45 palavras

Em resposta à Mateus Henrique Ferreira Da Silva

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Helena Oliveira -
Sobre a realização da mamografia, percebe-se que há dois padrões de recomendação. No SUS geralmente segue o que o Ministério da Saúde recomenda, que seria mamografia a partir dos 50 anos, bianual. No ambiente privado segue a recomendação da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR) e da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) que recomendam a mamografia a partir dos 40 anos, anualmente.
Esta última recomendação considera resultado de pesquisas que mostraram que o exame em mulheres acima dos 40 anos é capaz de reduzir em até 30% o número de mortes provocadas pelo câncer de mama. Tendo em vista a agressividade do cancer triplo negativo e a ausência de terapia específica (além da cirúrgica), o rastreio precoce e regular torna-se ainda mais importante e necessário.

138 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Yara Helena Rocha Queiroz -
Parabéns pelo artigo, galera!

Começamos a vivenciar esse processo com a minha sogra há um mês e meio atrás. Muito de avançou no conhecimento do câncer, mas recentemente descobrimos um exame que se chama OncoType, que infelizmente, é realizado só de forma particular como caminho de exclusão para a quimioterapia. 
 
Não podemos trabalhar com o mínimo para saúde e educação. Como reflexão: Quais são os direitos garantidos pelas mulheres com o câncer de mama?

74 palavras

Em resposta à Comissão Organizadora G

Re: CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO E SUA PERVERSIDADE - Daniela de Gouvêa Almada

por Yara Helena Rocha Queiroz -
Parabéns pelo artigo, galera!

Começamos a vivenciar esse processo com a minha sogra há um mês e meio atrás. Muito de avançou no conhecimento do câncer, mas recentemente descobrimos um exame que se chama OncoType, que infelizmente, é realizado só de forma particular como caminho de exclusão para a quimioterapia. 
 
Não podemos trabalhar com o mínimo para saúde e educação. Como reflexão: Quais são os direitos garantidos pelas mulheres com o câncer de mama?

74 palavras